Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Brincess in Wonderland

Brincess in Wonderland

O balanço da primeira semana

Olá!

Como sabem, entrei para o Secundário esta semana, nova escola, nova turma, novos professores, novos sistemas, nova rotina... como tal, cá estou eu para vos dar o balanço da minha primeira semana de aulas (que se pensarmos bem foram só três dias, mas pronto).

Adoro a escola onde estou, os alunos são chegados e ajudam sempre toda a gente (no primeiro dia ajudaram-me a marcar a senha, por exemplo), os funcionários são amáveis e estão sempre disponíveis para o que precisarmos (ajudaram-nos a chegar a certas salas), acreditem ou não, a comida é boa, as instalações são ótimas, não tenho quase nada a apontar.

Para além da escola em si, adoro a minha turma. Somos quase todos novos, viemos todos de lugares diferentes, logo estamos juntos nesta e temo-nos ido aproximando. São pessoas divertidas, mas sérias, do tipo que eu adoro estar rodeada.

O curso em si não vai ser nada fácil, já estou bastante cansada, mas é assim mesmo. Os meus primeiros dias foram confusos (escola grande, salas confusas), mas foram bons e eu tenho gostado da experiência (até a parte do autocarro não é tão má quanto o que pensava).

Eu sei que grande parte de vocês começa esta semana que vem, por isso desejo-vos a todos muita sorte e tudo de bom para um excelente ano.

 

 

 

Tag | 10 Perguntas de Beleza

Olá!

Hoje trago-vos uma tag para a qual fui nomeada há uns dias pela Sofia. Como sempre, agradeço pela nomeação, terei todo o gosto em responder à tag.

Basicamente, eu tenho que responder a 10 perguntas relacionadas com a Beleza (maquilhagem, skincare...). Portanto, vamos lá a isto!

 

1. Qual é o teu tipo de pele?

Tenho uma pele normal, apenas fico com ela oleosa se transpirar, o que acontece apenas nos dias de grande calor.

 

2. Sais de casa sem protetor solar?

Eu sei que não devia, mas eu falho muito no cuidado da minha pele (mais que o que devia), então eu raramente aplico protetor solar. No entanto, planeio começar a melhorar-me nesta área e ser mais preocupada.

 

3. Tens ou já tiveste acne?

Não, felizmente e até ver, nunca tive tal coisa. Mas ainda não vou tarde, por isso, só espero que não me bata à porta.

 

4. Qual é o teu batom favorito?

Batom... um da Kiko que é um rosa mais forte. Não me lembro da cor ao certo, porém tenho antes um gloss favorito, que é o da Chanel.

 

5. Preferes lápis ou eyeliner?

Prefiro ver eyeliner, mas prefiro fazer lápis. Ainda não aperfeiçoei o eyeliner.

 

6. És desastrada quando te maquilhas?

Sim, muitas vezes o rímel suja-me um bocadinho a cara acidentalmente...

 

7. Qual é a base que usas?

Não uso base, mas sim corretor. Um da Kiko na cor 02 (caso tenham interesse em saber).

 

8. Usas BB Cream?

Eu tenho uma paixão assolapada por BB Cream, no entanto, não o tenho usado nos últimos tempos. Ainda assim, eu adoro!

 

9. Quem é a tua maior inspiração no que toca a maquilhagem?

Acacia Brinley Clark, sem nem pensar duas vezes! Ela ultimamente saiu um pouco dessa vibe, mas eu aprendi a maquilhar-me com ela, primeiro para coisas simples (throwback to 2013), depois para mais elaboradas (throwback to 2015). Ela já não faz muitos vídeos, mas se quiserem ver os vídeos antigos dela, deiam um saltinho ao canal que ela tem no Youtube.

 

10. Qual é a tua opinião acerca do uso de maquilhagem?

É um pouco supérfluo, tenho que admitir. Eu consigo viver sem maquilhagem, no entanto ainda a uso porque sou consumista e porque gosto e me divirto. Por outro lado, para muitos é uma necessidade. Não sei, mantenho a primeira frase como opinião.

 

E basicamente esta foi a tag, espero muito que tenham gostado. Agora fiquei curiosa, qual é a vossa opinião acerca do uso de maquilhagem? 

Anúncio importante!!

Olá!

Hoje trago-vos um anúncio importantíssimo! Hoje foi o meu primeiro dia de aulas, e como tal, recebi o meu horário (sei que a maioria das pessoas o sabe antes, mas eu só soube hoje de manhã, mesmo). Como sabem, eu ando no 10º ano, o primeiro ano de secundário, onde todas as notas já contam para a média. Eu já defini as minhas prioridades, e para continuar com o foco nos meus estudos, eu decidi fazer posts em dias específicos.

Depois de analisar o meu horário cuidadosamente, decidi que vão sair posts às quartas-feiras, às sextas-feiras e a um dia do fim de semana (sábado ou domingo, ainda não consegui decidir muito bem. Depende de como a minha semana andar).

Os posts não saírão a uma hora específica, visto que eu não consigo prever como me vou despachar nesse dia. No entanto, contem com pelo menos três posts por semana (quem sabe, se eu tiver uma semana calminha, não ponha o quarto post).

Como hoje é quarta-feira, esperem por outro post que sairá de seguida!

 

 

Como uso o meu cabelo no dia a dia

Olá!

Estava a analisar algo acerca dos meus posts e reparei que tenho uma grave falha num certo tipo particular - cabelos, como viram no título.

O engraçado é que eu adoro tratar do meu cabelo, é sem dúvida alguma, a minha parte favorita no que toca arranjar-me, superando até, a minha maquilhagem de olhos. Agora que tenho o cabelo curto, ainda tenho que aprender a manusear os instrumentos que tenho à disposição (uma tarefa complexa, como podem imaginar), logo ainda não criei penteados definitivos.

Como tal, cá estou eu para vos falar de como o vou arranjando no dia, e começar a encher o blog com mais posts deste tipo, pois acho sempre bom aprender coisas novas com outros.

 

 Alisar o cabelo

 

É, de todas as opções, a que menos uso. Penso que o cabelo curto me fica um pouco mal, então não costumo entrar lá muito por aí.

Por outro lado, quando tenho daqueles dias em que prefiro não desafiar o meu cabelo, pego na minha escova, no meu alisador de cabelo da Philips e toca a andar.

 

 Ondular o cabelo

 

Este aqui é o meu favorito e aquele que me fica melhor. Eu considero o cabelo ondulado mais dimensional, pelo menos, a mim dá-me dimensão à cara. Também sou da opinião que é mais versátil, é clássico, é chique, é delicado, é chill, é tudo.

Antes, eu passava a vida a ondulá-lo (deixei-o descansar um pouco no verão). Bastava eu tomar banho que secava logo o cabelo e das duas uma, ou pegava no alisador de cabelo e fazia um tipo de ondas, ou usava o BaByliss Curl Secret que recebi no aniversário (se quiserem posso falar dele num post, para explicar-vos mais ou menos como funciona).

 

 Fazer um bun

 

Os buns e eu... eu e os buns... temos uma muito boa relação e não vivemos uns sem os outros. Sejam messy buns, sejam ballet buns, eu sei fazê-los a todos e adoro-os. Na minha turma, sempre que era preciso ajuda para fazer este tipo de penteados, costumavam chamar-me. Gosto de os fazer a partir de tranças, ou de tapar os elásticos com tranças. Eu adoro-os e muitas vezes ando sempre com eles, todos os dias, em todo o lado. Acho que são extremamente práticos, e em dias de muito vento não há melhor!

 

 Fazer um rabo de cavalo

 

Este aqui é como os buns, eu e eles temos uma longa, excelente relação. Eu ando imenso de rabo de cavalo, assim o cabelo não vai para a frente dos olhos, e em dias não tão ventosos funcionam sempre muito bem. Além do mais, são práticos e extremamente simples de fazer.

 

my hair.jpg

E bem, estes são aqueles penteados que eu mais uso no meu dia a dia, se quiserem mais posts deste tipo digam-me, para eu saber se gostavam de ver.

Mas bem, contem-me lá, quais os vossos penteados para o dia a dia?

 

 

Brincess in Wonderland?

Depois de alguns todos os problemas resolvidos, decidi trazer-vos um post a explicar o porquê deste nome que, se muitos já perceberam, outros ainda não perceberam. Porque é que, com tanto nome possível imaginário, fui escolher Brincess in Wonderland?

Wonderland acho que é fácil de perceber, eu sou toda pensadora e sonhadora, logo faz todo o sentido. Mas e porquê Brincess? Na verdade, o nome inicial era Princess in Wonderland, só que eu tinha que ser diferente e dar-lhe um toque inesperado.

Brincess é exatamente o mesmo que Princess, com a diferença de que eu troquei o P por um B. Eu sei minha gente, que sou do Norte, e apesar de cá valer quase tudo, não se trocam P's por B's. O que eu quis fazer aqui foi um trocadilho, ou seja, o B vem de Bella.

E porque é que raio tu escolheste Princess logo para começar com tudo? Então, porque a minha mãe passa a vida a chamar-me baronesa. Eu sei, não tem muito a ver, mas é realeza e fica muito mais giro Princess.

Para o resto do blog, a nível de personalização, não tentei procurar nada em específico, só algo que gostasse e pronto, ficou como ficou. Não há grandes explicações.

Obrigada pela paciência e atenção, mas como puderam ver, a mudança teve uns sobressaltos... Pessoalmente não me agradou muito falhar, mas agora não há nada a fazer, é deitar para trás das costas e continuar.

Agora sim, podem finalmente acomodar-se e tomar o cházinho descansados que não vai haver nenhuma fuga de água ou de gás!

 

E isto chama-se ser azelha

Sabem aquele momento em que se apercebem de que, quando se registaram se enganaram a introduzir o novo mail e que por isso a conta não é válida e não dá para trocar o mail?

Pronto, foi o que me aconteceu. Importei o blog para esta conta por causa disso, primeiro dia em que me mudei e já fiz asneiras.

Felizmente consegui importar tudo e cá está, novo blog todo salvo na nova conta.

Desejem-me sorte porque isto não a querer ser.

Novo blog? Porquê?

E cá estamos nós, parece que aconteça o que acontecer regresso sempre a este ponto: o primeiro post. O engraçado é que, apesar de já o ter feito imensas vezes, ainda não consigo pensar nele como algo fácil, algo que se faz de modo instantâneo assim, num piscar de olhos com toda a naturalidade. Mas bem, há que colocar sempre o primeiro móvel numa casa, então vamos tentar.

Olá! (há que começar por algum lado)

Para vocês deve ser um tanto quanto confuso ver-me deitar fora cerca de dois anos da minha vida, mas vamos pensar na situação como uma mudança de casa. Vamos fazer de conta que o blog é uma casa.

Há várias razões pelas quais mudamos de casa, por exemplo, quando saímos de casa dos nossos pais. A partir daí as coisas mudam, crescemos e como tal, deixamos aquela casa que considerámos "nossa" durante anos a fio, e vamos para outra que se tornará o nosso lar.

Muitas vezes este lar é tudo o que procuramos e nele iniciamos uma vida nova, é nele que vamos viver imensos momentos marcantes, como a vida de casados e de pais, quem sabe até não vejamos os nossos netos a brincar nele!

Outras vezes, aquele é um lar provisório que, com o tempo abandonamos em busca de outro que vá satisfazer os nossos objetivos pessoais, como ter filhos, por exemplo.

Foi isso que aconteceu comigo. Os dois anos que investi naquele blog valeram a pena, conheci pessoas incríveis durante a minha jornada, algumas mudaram-se deste bairro, outras encontraram a sua casa ideal e o número da porta é sempre o mesmo, e depois há aquelas como eu, que continuam neste bairro tão acolhedor e que não trocam por nada, mas que vão mudando de porta. Apesar de eu ter alcançado grandes conquistas nele, conquistas essas que vão continuar sempre comigo e que das quais ninguém me poderá tirar o mérito, preciso de recomeçar.

O que aconteceu é que eu cresci e mudei, e com isso veio a razão pela qual decidi mudar-me: eu não sinto me consigo identificar com o meu blog. Parece que quando mais tento, mais penso que não funciona. Não me identifico com muito do que escrevi há meses atrás, e de que serve continuar com algo com que não nos identificamos?

Eu sei que é inesperado, e que da maneira como expliquei podem ter pensado que foi uma decisão tomada à pressão, mas não foi. Já tenho pensado muito na possibilidade de me mudar, no entanto, a insegurança não permitia. Ontem, quando pensei mesmo muito seriamente, pedi a opinião de blogger que me faltava (tu sabes quem és, e penso que grande parte do pessoal também deve saber), e finalmente avancei com isto. 

Se deixaste de te identificar com o outro, o que te garante que não vai acontecer? É simples, nada me garante, mas é como diz o ditado, quem não arrisca não petisca. Além do mais, não posso continuar com algo que não me está a fazer sentir feliz a 100%, não é? 

Então e isto é para manter? Opá não sei, talvez seja. Quem sabe eu não encontrei a minha "casa ideal" e agora passe a morar aqui para sempre? É muito cedo para falar e fazer planos, aprendi que isso é um erro, vou simplesmente viver pouco a pouco. 

E se te fartares? Não sei se me vou fartar, mas se acontecer, logo se vê o que faço. Tal como disse antes, sem compromissos e planos longínquos que se transformam em promessas não cumpridas. Vamos vivendo pouco a pouco, vamos vendo o que fazemos. Quem vos disse que amanhã ainda vão andar por aí? Ninguém sabe o dia de amanhã.

O que eu sei é que agora a minha morada é esta. Sejam bem-vindos à minha nova casa. Estarei sempre aqui de braços abertos para vocês e, como estou a planear ficar por aqui, acomodem-se e vamos beber um cházinho (ou outra coisa qualquer que prefiram).

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Temos visitas?

Olá! Não estava mesmo à espera da vossa visita, mas sejam bem-vindos à minha casinha. Não sei como vieram parar ao bairro do Sapo, mas sintam-se em casa, que aqui toda a gente é excelente anfitrião!

Devem estar com sede, posso oferecer-vos um copo de água ou de sumo, ou se quiserem até mesmo um cafézinho ou descafeinado. Aproveito e trago já os biscoitos para a mesa, assim sempre conversamos um bocadinho!

Ah, que falha a minha! Esqueci-me completamente de me apresentar! O meu nome é Isabela, mas podem chamar-me Bella (prefiro assim). Se vos interessar para alguma coisa, tenho 15 anos e mudei-me agorinha mesmo para esta casinha (por isso desculpem lá a desarrumação, mas vocês sabem como são as mudanças, uma verdadeira dor de cabeça)!

Bem, acho que agora somos amigos, por isso as portas da minha casa estão sempre abertas para vocês (não literalmente, porque vocês percebem). Voltem sempre que quiserem!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D